Thiago da Costa Oliveira

Metoro Kukradjá | Livro fotoetnográfico

Metoro Kudràdjà 
a estética ritual Mebêngôkre-Kayapó

Câmera: Nikon 3Dx
Lente: Nikon 24-70mm | f: 2.8

Metoro Kukràdjà (lit. “conhecimento ritual”) foi um livro concebido a pedido do Museu do Índio, como forma de reunir uma documentação antropológica e fotográfica que André Demarchi e eu vínhamos realizando em Môjkarakô, aldeia Kayapó do sul do Pará, desde o verão de 2011. O livro descreve em texto e imagem a estética ritual Kayapó como um dispositivo de contato. Contato entre índios e brancos, entre os Kayapó e outros índios. A estética como forma de compreensão e descrição do mundo.

“Metoro Kukràdjà é um livro que foi capturado pelos Mebêngôkre da aldeia Môjkarakô. Por isso mesmo, porque também foram capturados, os autores lograram capturar em texto e imagem o sentido da produção cultural recente entre os Kayapó. Metoro Kukràdjà ensina que a produção contemporânea de beleza em Môjkarakô repete uma velha fórmula kayapó de apropriação exterior e conquista da forma. Nesse sentido, o livro é uma contribuição importante que, não apenas retoma e consolida a linha argumentativa que se estabeleceu de maneira crítica ao suposto “fechamento jê”, mas cujo mérito maior reside na capacidade contundente de tornar visível uma estética mebêngôkre da relação com os outros. Seu êxito resulta de uma relação profícua estabelecida ao longo dos últimos anos com as lideranças e os habitantes da comunidade de Môjkarakô e da valorização dos interesses dos índios na construção e manutenção de uma política visual kayapó. A perspectiva dos autores, eles mesmos capturados pela política visual kayapó, privilegia um entendimento da arte e da imagem como dispositivos de alteridade, apresentando os regimes de figuração nativos como um desdobramento de sua filosofia política. Aprendemos que a arte visual mebêngôkre se constitui como um sistema eficiente de comunicação, por meio de elementos formais, e de ação sobre o mundo.”

Por Diego Madi, no prefácio do livro.

© Thiago Oliveira / Museu do Índio-FUNAI / Associação Mebêngôkre-Kayapó de Môjkarakô.